Conheça 5 métodos de como identificar e calcular o valor de uma marca?

Hoje, o valor da marca pode ser resumido entre o resultado da soma entre seus ativos e passivos, além disso, também é conhecido como Brand Equity e foi definido pela revista Marketing Science como um “conjunto de associações e comportamentos da parte de clientes, membros do canal e empresa controladora da marca que permite à empresa ganhar maior volume ou maiores margens do que conseguiria sem o nome de marca e que lhe dá uma vantagem forte, sustentável e diferenciada sobre os concorrentes.”

Mas também nem tudo é tão simples assim. Calcular e entender o valor de uma marca está atrelado à utilização de metodologias que já são aceitas no mercado e que têm a função de chegar próxima à realidade, já que algumas marcas são impossíveis de se mensurar, além claro, que estes cálculos sofrem com certas variáveis que mudam com frequência.

Mas afinal, quais metodologias são essas?

1 – Método do Custo Histórico

Esta é uma metodologia que calcula o valor da marca por meio da soma de todas as despesas do marketing, publicidade, pesquisa e desenvolvimento durante certo tipo de tempo.
Mas isso tem um grande problema, pois não relaciona ao histórico todos os gastos envolvendo criação e manutenção de marca, além de ser falho para organizações que possuem baixo investimento em marketing, apenas por serem bem sucedidas em seu ramo de atuação, por exemplo.

2 – Método de lucro prêmio.

Cálculo feito a partir da receita de um produto competitivo sem marca e de um produto comparável de marca relevante. Assim, o resultado encontrado será a receita prêmio da marca. É um método interessante, porém não muito eficaz, já que restringe o valor da marca apenas à diferença de preço entre produtos, além do mais é impossível imaginar hoje em um cenário com um setor em que não haja produtos sem marca comparáveis ao produto de marca, o que inviabiliza a utilização desta metodologia para avaliação de marca.

3 – Método de Valor de Mercado.

Onde é avalizado se a marca de uma empresa é estimada por meio da comparação entre as transações de outras marcas com a mesma importância feitas recentemente.
Um método que depende muito de informações e dados de mercado que muitas vezes nem se quer estão disponíveis.

4 – Método Pagamento de “Royalty”

Nesse método, estima-se uma taxa de “royalty” que seria cobrada para terceiros e tenta-se mensurar o valor da empresa a partir disso. Mas é um método que também traz certa dúvida em sua eficácia, já que está relacionado diretamente com a mudança de localização e mercado que poderá mudar e assim a taxa de licença não estaria mais adequada à nova realidade.

5 – Método de Avaliação de Rendimentos.

É uma metodologia que analisa suas força em 7 fatores diferentes que influenciam diretamente na qualidade e sustentabilidade de uma marca ao longo do tempo.
Desta maneira, além de trazer os valores de rendimento, também traz as relações que garantem a segurança de todo o seu contexto. Mas como tudo não é perfeito, também é um método que encontra certas dificuldades para se enxergar qual o resultado que se dá em seus lucros a partir dos efeitos totais da marca.

Efetivamente nenhum sistema de identificação de valor é perfeito. Então, a solução mais plausível é encontrar uma consultoria que escolha e aplique o melhor método para a sua marca.