Embalagens em braile

As empresas de embalagens buscam se desenvolver para atender um amplo público, inclusive aos deficientes visuais. Marcas, como Miolo Wine Group, Sadia, Natura e Laboratório Aché, já vendem seus produtos em embalagens com leitura em braile.
A Miolo Wine Group lançou o primeiro vinho brasileiro com rótulo em braile.
A comunicação em relevo traz informações sobre procedência, safra, tipo de uva e tempo de envelhecimento, e é parte integrante do design do rótulo desenvolvido pela Zorzo Design Estratégico.
Os últimos dados levantados pelo censo revelam que 24,5 milhões de brasileiros são portadores de necessidades especiais. Do total, 11,8 milhões, ou seja, 48,1% têm problemas visuais, e 159.824 (0,65%) são cegos.
A Sadia lançou suas primeiras embalagens com inscrições em braile em agosto de 2000, por sugestão de um deficiente visual funcionário da Sadia.
Hoje todas as embalagens da Sadia trazem a marca da empresa o telefone do serviço de informação ao consumidor e o tipo e o peso do produto em braile, assim como o consumidor com deficiência auditiva também pode se comunicar com a Sadia, através de um sistema telefônico diferenciado, denominado TS, que conta com uma tela acoplada ao aparelho permitindo a comunicação escrita. No Brasil 10 mil lares possuem esse tipo de aparelho.
O Laboratório Aché foi o pioneiro a utilizar o sistema braile em suas embalagens desde 1996. Em julho de 2006 o laboratório lançou a bula em áudio. Para receber o CD o paciente entra em contato com a central de atendimento a clientes, com a prescrição médica em mãos, o CD é enviado gratuitamente pelo correio.
Também a Natura desde 2000, possui nas embalagens dos seus produtos informações em braile, segundo a empresa são valores defendidos pela companhia, que incluem a diversidade e a inclusão.

Fonte: http://valoresdefatos.blogspot.com.br/2008/06/embalagens-em-braile.html. Acesso em 29/04/2013

default
Post Written by